domingo, 26 de junho de 2011

Casa com cara de casa

A data do scrap é 15 de março, época em que a reforma da casa se aproximava do fim. Na verdade, faltava só a parte do quarto das meninas e, claro, arrumar tudo! Era para estar tudo pronto há bem mais tempo, mas como sabem, no meio do caminho teve meu pai... e naquele mês que ele ficou adoentado, em recuperação, eu larguei tudo de mão mesmo! Depois, com a partida dele, custei um pouco a conseguir colocar a mão na massa de novo. Normal, é óbvio... ainda passei no último mês por uns entreveros por aqui, que graças a Deus estão solucionados. E agora, afinal, eu tenho de novo uma casa... uma casa com cara de casa!!! :D

As fotos estão aqui, para não pesar demais o post. Lógico que ainda faltam algumas coisas, fotos, cds, nem comecei a mexer ainda. Vai levar tempo e dar um bocado de trabalho! Mas o principal está arrumado, e posso dizer novamente que tenho uma CASA. E se eu pude sair disso aqui:

Para isto aqui:


Eu devo agradecer a cada um dos amigos que me apoiou, ajudou com palavras de força e carinho, outros que puderam ajudar financeiramente e, claro, devo agradecer por isso ter acontecido quando já estava trabalhando no Banco do Brasil, pois sem o seu programa de auxílio seria impossível me reerguer, por maiores que tenham sido os auxílios recebidos dos amigos.

Agradeço, também, por ter tido meu pai ao meu lado durante a fase mais difícil, por ele ter aguentado meu choro, meu desespero inicial... por ter corrido atrás de soluções quando algo enroscava... por ter sido, mais uma vez, meu "Severino quebra-galho"... ai... que eu só queria que ele estivesse aqui para comemorar comigo, para ficar feliz comigo... falta ele para minha felicidade ser completa, viu?

Tudo bem, eu sei que ele está ao meu lado, que está feliz... não só ele como também minha mãe, mas é diferente, poxa! Eles fazem muita falta aqui, fisicamente... faz falta a voz, o toque, as brincadeiras... por mais que eu entenda, por mais que saiba que eles estão bem, que estão felizes, a falta que sinto é muito grande...

Mas hoje é dia de comemorar! Afinal, depois do susto, do choque de encontrar minha casa devastada pela enchente, é confortador chegar e encontrar tudo arrumado, limpo, cheiroso... é bom demais! :D

Antes que perguntem: não, não estou segura de todo aqui, o que aconteceu em janeiro pode se repetir. Mas a casa é minha, então eu precisaria vender essa para comprar outra, e para isso ser possível eu teria que ter uma reserva financeira para poder bancar a diferença, e eu não tenho.

Eu tinha planos, antes da enchente, de fazer um consórcio onde iria pagando por mês e daria um lance quando vendesse esta para pegar a carta de crédito e comprar outra. Só que eu não contava com tudo o que aconteceu, né? A verba do banco precisa ser paga, ainda que seja sem juros, e é uma parcela mensal com a qual não contava. Além disso, tive despesas extras com meu pai, com as quais também não estava contando. Complicou tudo! :(

Então, agora tenho é que rezar. Tanto para que o rio não encha mais, quanto para conseguir uma graninha extra... Alguém aí sabe os números da próxima Mega Sena? :) Fora de brincadeira, sei que só saindo daqui vou ter paz... hoje mesmo começou a chover forte, meu coração já ficou apertado! Levantei várias vezes para ver se estava tudo bem, na frente, nos fundos... porque o trauma existe, não há como negar!

Mas eu tenho Fé... e sei que se passei por tantas provas, e acho que passei relativamente bem por elas, em algum momento vai chegar algo muito bom também! Ajudem na torcida, please! ;)

Vamos ver se agora, com as coisas mais serenas, consigo finalmente voltar ao ritmo das postagens... prometo, ao menos, tentar!

Andréa

2 comentários:

Irani de Godoy Ferreira disse...

Parabéns Andrea pelo seu esforço,valeu a pena
um Abraço fica com Deus!!!

27 de junho de 2011 12:28
Donizetti disse...

Parabéns pela casa e, principalmente, pela força.

30 de junho de 2011 23:32

Postar um comentário